Sarna – Como Cuidar e curar, tratamento

Sarna é uma doença de pele causada por ácaros.

Alguns ácaros que causam a sarna são residentes normais da pele do seu cão e folículos pilosos, enquanto outros não são. Todos os ácaros podem causar infecções leves a graves na pele e se proliferar.

O que causa sarna em cães?

Sarna sarcóptica (Sarcoptes scabei) é transferida facilmente entre os hospedeiros. Também conhecida como sarna canina, sarna sarcóptica é causada por ácaros, que são de formato oval, de cor clara e microscópica.

Todos os cães criados normalmente por suas mães possuem ácaros da sarna demodécica (Demodex canis), que são transferidos da mãe para o filhote via carícias durante os primeiros dias de vida. A maioria dos cães vivem em harmonia com os ácaros, nunca sofrer quaisquer consequências.

Existem três tipos de sarna demodécica que afetam caninos. A Sarna demodécia localizada ocorrem quando estes ácaros proliferam em uma ou duas pequenas áreas confinadas. Isso resulta em manchas isoladas escamosa geralmente sem pêlo criando uma aparência de bolinhas. Demodicose localizada é considerada uma doença comum, e aproximadamente 90% dos casos se resolvel sem tratamento.

Sarna demodécica generalizada, ao contrário, afeta grandes áreas da pele ou corpo inteiro de um cão. As infecções bacterianas secundárias fazer esta uma doença de pele muito prurida e, muitas vezes com mau cheiro. Esta forma de sarna também pode ser um sinal de um sistema imunológico comprometido, problema hereditário, problema endócrino ou outro problema de saúde subjacente. O tratamento depende da idade em que o cão desenvolveu a doença.

Uma das formas mais resistentes de sarna, é a pododermatite demodécica que está confinada nas patas e acompanhada por infecções bacterianas. Biópsias profundas são muitas vezes necessárias para localizar estes ácaros e fazer um diagnóstico correto.

A sarna demodécica contagiosa?

Os ácaros Demodex podem ser transferidos de um cão para outro, mas, desde que o cão seja saudável, embora em raras circunstâncias, o contágio seja possível.

Sintomas Gerais

Os sintomas da sarna dependem de qual tipo de ácaro está presente. Sarna demodécica tende a causar perda de cabelo, formação de crostas e feridas. As infecções bacterianas secundárias podem fazer da sarna demodécica uma doença com coceira e incômoda.

Sarna sarcóptica tende a causar prurido intenso. Isso pode resultar em inquietação e coceira frenética, sintomas que geralmente aparecem uma semana após a exposição. Ela também pode resultar em perda de pêlo, pele avermelhada, feridas do corpo e crostas. As áreas mais comumente afetadas são as orelhas de um cão, cotovelos, face e pernas, mas pode rapidamente se espalhar para todo o corpo.

Quando passadas para os humanos, sarna sarcóptica provoca machas vermelhas, e picadas semelhantes a de mosquito. Os seres humanos não pegam sarna demodécica de cães.

Tratamento

Dependendo do tipo de sarna e da raça do seu cão, a medicação pode ser administrada por via oral ou tópica, por injeção, ou através de shampo e de imersão.

O primeiro passo no tratamento de sarna sarcóptica é isolar o seu cão para prevenir a condição de se espalhar para outros animais de estimação e seres humanos. Seu veterinário pode prescrever medicamentos antiparasitários, bem como medicamentos para aliviar as infecções da pele, coceira e inflamação. Os resultados são geralmente observada após um mês de tratamento.

Medicamentos são essenciais no tratamento de sarna demodécica. Alguns cães infectados podem também requerer tratamento especial, tais como shampoos medicamentosos.

Sarna 2 500x340 Sarna   Como Cuidar e curar, tratamento

 

Sarna 3 Sarna   Como Cuidar e curar, tratamento

Sarna 1 Sarna   Como Cuidar e curar, tratamento



Sarna – Como Cuidar e curar, tratamento








2 Responses to Sarna – Como Cuidar e curar, tratamento

  1. coitado caozinho mais graças que tem remedio que bom

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>