Fotos da Raça de Cachorro Crista Chinês

Raça de cachorro Crista Chinês Powderpuff e Calvo

Se você estiver procurando uma raça de cachorro que seja um excelente companheiro de inúmeras formas – não late, adora crianças, e convive bem com outros cães – o Crista Chinês é para você.

Existem dois tipos de cães Crista Chinês – o Powderpuff e o Calvo. O primeiro é completamente coberto com um casaco de sedoso e macio que pode vir em quase qualquer cor. Já o Calvo é pelado exceto pela cabeça, pés e cauda. No geral, o Crista Chinês tem um estilo elegante e delicado.

A Raça de Cachorro Crista Chinês é muito ligado aos seus proprietários. Ele adora muita atenção, carinho e união. Se você está cozinhando, limpando, lendo ou tomando um banho, seu Crista Chinês estará ao seu lado. Intensamente curioso e brincalhão, eles também gostam de brincar no tapete, aprender novos truques e explorar a casa.

Perfeito para a vida apartamento, o cachorro Crista Chinês é educado, limpo e relativamente calmo. Além disso, eles não exigem muito espaço para se exercitar. Embora não sejam os melhores cães de guarda, eles latem se perceberem o perigo. Eles também têm um “howl” distinto e cativante quando eles estão brincando ou se divertindo. O Crista Chinês é um companheiro adorável e divertido.

A raça de cachorro Crista Chinês saudável pode viver até 12 anos. Problemas de saúde comuns incluem cárie dentária, hipotermia e irritações na pele. Quando ele sai ao ar livre por um longo período de tempo, é importante aplicar protetor solar, ele podem queimar facilmente. Além disso, evite encher sua tigela de ração: ele pode ficar obeso.

O Powderpuff precisa de escovação diária para mantê-lo com bom aspecto. O Calvo precisa de menos escovagem, é claro, mas mais cuidados com a pele: ocasionalmente esfregue óleos e cremes recomendados pelo veterinário em sua pele para evitar a secura ou outras irritações menores.

História do Crista Chinês

Acredita-se que a raça de cachorro Crista Chinês evoluiu do Africano Hairless, uma raça pequena apreciada por marinheiros e comerciantes centenas de anos atrás. Os chineses criaram esses cães para serem menores, e continuaram a trocá-los na América Central, América do Sul e África. Mas está história de evolução ainda é uma questão de debate entre os criadores. De qualquer forma, estes pequenos amigos são companheiros dos humanos a mais de 100 anos.




Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *